Facebook Pixel Fallback
Topo verde MENU Fechar menu

Notícias e eventos

Iteano conquista a magistratura do TJSP

Notícias e eventos • 12/12/2022
Compartilhe:
Facebook Twitter Whatsapp
"Disciplina e constância são essenciais para a conquista dos objetivos"

Igor Montanher ao lado dos pais: Cristina Canale Montanher e Renato Montanher, durante a aprovação

Formado em Direito pela ITE Bauru em 2016, Igor Canale Peres Montanher, 28 anos, é um dos novos magistrados do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). Ele foi aprovado no 189º Concurso de Ingresso na Magistratura do TJSP, conquista que, segundo Igor, foi possível após muita dedicação e uma rotina intensa de estudos iniciada já no primeiro ano de faculdade. Confira a entrevista concedida por ele à assessoria de imprensa da ITE.

Assessoria de Imprensa ITE - Como foi a sua trajetória até a conquista da magistratura do TJSP?
Igor Canale Peres Montanher - Foi uma trajetória de muita disciplina. Eu estudei o dia inteiro, de segunda a sexta, por seis anos e, paralelo a isso, advogava de forma autônoma. Começava às 7h30, parava para almoçar, voltava umas 14h e ficava até completar a meta do dia. De sábado e domingo, estudava apenas um período (pela manhã), salvo quando passei para as fases mais avançadas do concurso, período em que estudei o dia inteiro.

ITE - Como você organizou a sua rotina de estudos?
Montanher - Eu estudava de três a quatro disciplinas por dia (duas disciplinas aos sábados), sempre iniciando com a resolução de questões de provas anteriores (cerca de 50 questões por dia). Então, partia para as matérias do cronograma do dia (organizado por metas), em que estudava doutrina e jurisprudência (pelo meu caderno e por alguns livros esparsos). E finalizava o estudo com muita lei seca. No domingo, eu utilizava o dia para atualizar a jurisprudência com os informativos do STF, STJ e TSE publicados na semana, ou então para aprofundar algum conteúdo que sentia necessidade.
 
ITE - Uma rotina de estudos bastante intensa.
Montanher - Sim! Claro que em alguns dias o rendimento era menor, mas eu estava lá no escritório, sempre tentando melhorar, mudando a matéria, a estratégia... A disciplina é muito importante. Estudar deve ser encarado como um trabalho, com hora para começar e metas para atingir.
 
ITE - Passou em outros concursos antes deste?
Montanher - Sim: Procuradoria Jurídica do Município de Itapuí/SP, em 2018, mas optei por não tomar posse, e Analista Jurídico do MP/SP, não nomeado ainda.
 
ITE - Qual foi o papel da faculdade na sua conquista?
Montanher - A ITE teve influência em minha conquista. A instituição tem uma estrutura muito grande e maravilhosa. Lembro-me que, desde o primeiro ano, usei todos os instrumentos que a ITE proporciona aos alunos: iniciação científica (nos cinco anos da faculdade participei do congresso com apresentação de artigo), atividades complementares, núcleos de integração com a pós-graduação, monitoria... A ITE sempre incentiva os alunos a não ficarem apenas com o conteúdo de sala de aula, mas irem além. Basta o interesse. Eu sempre brinquei que as colaboradoras dos núcleos já estavam cansadas de me verem por lá (risos).
 
ITE - Como você avalia a nossa qualidade de ensino?
Montanher - Além da estrutura, todo o corpo docente é de excelência. Para além da qualidade das aulas, os professores são acessíveis e estão sempre dispostos a facilitar os caminhos dos alunos e ajudá-los, profissional e pessoalmente, sendo que vários levo como amigos até hoje. Inclusive, meus cadernos das aulas na graduação foram utilizados até o estudo da última fase do concurso (claro, devidamente atualizados).
 
ITE - O que você tem a dizer para os estudantes de Direito (como incentivo para a conquista de seus sonhos)?   
Montanher - Pode parecer clichê: nunca desista! Às vezes, quando ouvimos tal frase, não percebemos o quão importante ela é. Mas essa é a verdade: muitos percalços vão surgir, sejam reprovações, sejam dias em que o estudo/trabalho não rendem. É normal, afinal somos humanos. Eu tive algumas reprovações que foram doídas, mas, depois de uns dias de "luto", temos que seguir. O sonho não vem ao nosso encontro, nós é que precisamos ir atrás dele. Procure ter por perto pessoas que te incentivem: família, amigos, professores... pessoas que te inspirem. Há muitos "puxadores de pessoas" que podem fazer um estrago gigante e, às vezes, nem percebemos. Disciplina e constância são essenciais para a conquista dos objetivos. Foque nos objetivos. A conquista deles só depende de você!

LEIA MAIS

ITE © 2023 - Todos os direitos reservados

2RS Soluções Web